Lilypie - Kids Birthday

segunda-feira, 9 de março de 2015

Daquelas birras...


       Que só te apetece enfiar num buraco, assim foi o dia de ontem. Fomos ao pingo doce a minha querida filha queria trazer tudo o que achava graça quando se apercebeu que não iriamos trazer aquela quantidade de coisas e que não era não, armou um berreiro tão grande daqueles de espernear ,o pai a pegar nela ao colo e ela aos gritos e continuava a espernear.
       Sim essas mesmas birras que param um supermercado tal é a gritaria, até estava lá um colega de trabalho e só me viu pelo griteiro que a minha filha fez. Essas birras que quando não temos filhos e nos deparamos com uma situação dessas pensamos que havia de ser nosso filho que contávamos já uma historia e aposto que muitas das pessoas que assistiram pensaram exatamente isso, pois mas quando não é com nos não temos a mínima ideia o que estamos para ali a pensar tenho dois filhos o 1º foi exemplar e por isso continuei a pensar daquela forma até ser mão pela 2ª vez, aí tudo mudou a educação era e é a mesma eles é que são diferentes e passo muitas destas com ela e ela não muda por mais que nos já tenhamos feito para ela mudar é assim é a personalidade rebelde desta minha filha não é falta de educação é feitio mas que custa isso custa passo alguns embaraços.
      

11 comentários:

  1. Compreendo o teu desespero mas as birras fazem parte do crescimento das crianças, por muito que isso nos custe.
    Dos meus 3 netos , o do meio abusou das birras, nem sabiamos já o que fazer...mas felizmente que este último ano melhorou bastante.
    Vais ver que o tempo vai ajudar, até lá paciêmcia,,,,,,
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Yes I follow you on gfc #140, follow back?

    http://itsmetijana.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  3. Nem quero imaginar como será o Tomás ai ai até tenho medo!! :)

    ResponderEliminar
  4. mal posso esperar por essa fase...

    ResponderEliminar
  5. Quando vejo uma birra a chegar já me preparo, se for no supermercado deixo ficar tudo e vou embora se for na rua sento-me até a birra passar...quando chegam a casa o castigo é exemplar. Reagi uma vez a uma birra e jurei que nunca mais, porque simplesmente não conseguimos ganhar, não porque não os "domamos" mas porque os julgamentos são tantos que em vez de nos preocupares com a criança ainda temos que responder a quem nos observa e faz comentários estupidos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade nas birras ficamos sempre a perder ,não ligues aos comentários que é de pessoas sem senso,bjinhos

      Eliminar
  6. Birra para mim, é eu virar-lhe logo costas. Se não resultar leva uma boa palmada no rabo, e olhem quem olhar, critiquem quem criticar. Ainda sou eu a mãe!
    Mas sobretudo temos de ter paciencia, primerio tento perceber o que é, falo, sou paciente e respiro fundo, mas nem sempre resulta e aí vou ao limite.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou de acordo tento ser paciente mas as vezes vamos mesmo ao limite e uma boa palmada na hora certa nunca fez mal a ninguém ,não foi o caso que ela não levou mas vontade não me faltou

      Eliminar
  7. A minha sobrinha (que eu criei como filha) tem um menino com 4 anos. No outro dia foi ao Lidl. E ele pediu umas quantas coisas a que ela foi respondendo que não, porque não podia ser. Então ele lembrou-se de dizer que tinha sede. E queria uma coca-cola porque tinha sede. Ela vive ali perto e então respondeu que já chegavam a casa e ele bebia água. Ele desatou aos gritos a dizer que tinha sede. A mãe deu-lhe uma palmada no rabo. Bem...quase que se jogavam a ela porque era uma mãe horrível que não dava água à criança (porque não perceberam que era uma birra pela coca-cola). Enfim...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As pessoas são muito complicadas, não sabem se por no lugar delas, enfim...

      Eliminar
  8. Lá esta a maioria das pessoas apenas sabe viver em função do "se"... "se fosse minha filha não era nada disto" mas existem momentos em que as crianças cismando em armar berreiro nada as sossega, nem pais, nem a educação que lhes deram, nada mesmo, é uma questão de feitio mesmo.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo vosso comentario,bjinhos